My Literary Habits

28.2.16 Veronica 1 Comments


Adivinha? Isso, mais um post antigo do Book Club pra repostar por aqui, haha! O de hoje é a tag "Meus Hábitos Literários", que postamos em setembro de 2015. É bem curtinha, mas ótima pra conhecer um pouco mais dos nossos hábitos e manias em relação aos livros! Espero que goste :)

1. Quando você lê? (manhã, tarde, noite, o dia inteiro ou quando tem tempo)
Aqui e ali, né... Quando chego em casa, às vezes à tarde e muitas vezes antes de dormir. Se o livro me prender logo de cara é capaz d'eu ficar o dia inteiro lendo, hahah!

2. Você lê apenas um livro de cada vez?
Normalmente sim. Não gosto de misturar os enredos! Posso até ler mais de um ao mesmo tempo, mas dificilmente os dois serão narrativas (ex.: um livro de comédia com capítulos curtinhos, um manual ou guia).

3. Qual seu lugar favorito pra ler?
Com certeza a minha cama! Fora de casa, às vezes gosto de sentar e tomar um café enquanto leio um livro (tipo na Starbucks!), mas tenho dificuldade de ler em lugares muito barulhentos.

4. O que você faz primeiro: lê o livro ou assiste ao filme?
Leio o livro! Sinto que me dá um desânimo enorme de ler um livro depois de ter assistido ao filme, até porque já sei como vai terminar. Mas dependendo do enredo eu não me importo, porque muito provavelmente não vou ler o livro...

5. Qual o formato de livro você prefere? (audio-livro, e-book ou livro físico)
Livro físico, sempre! Não consigo me acostumar com os e-books e detesto ler em pdf. Ainda não experimentei audio books, mas acho que só seria bom pra continuar ouvindo a história num momento/ lugar em que não consigo parar e sentar pra ler... mas também acho que não conseguiria ouvir um livro inteiro, haha!

6. Você tem algum hábito exclusivo ao ler?
Alguns... haha! Mas acho que não são tão exclusivos assim. Eu sempre tenho a preocupação de marcar no Goodreads um livro que comecei a ler. Também marco minhas quotes preferidas com post-its (porque deusmelivre rabiscar um livro) e tento escolher um marcador que combine com a capa. Ah, e sempre que eu paro a leitura de um livro eu vejo quantas páginas faltam, não sei porquê, haha! Recentemente comecei a anotar também algumas coisas pra colocar na resenha depois ;) 

7. As capas de uma série têm que combinar ou não importa?
SIM! Claro que sim. Morro de raiva quando resolvem dar uma repaginada na série porque ela tá fazendo sucesso (né Record?!) ou quando começam a lançar livros só com a capa do filme.

Mas me conta: você também é cheio de manias que nem eu? Hahah! Sinta-se à vontade pra responder a tag também!

Beijos!





P.S.: Me acompanhe nas redes sociais! Facebook * Instagram * Twitter * Bloglovin'

1 comentários:

What do you have to say about this post? :)

#30Before30: 4/30 Days of Movies

16.2.16 Veronica 0 Comments


Um dos meus desafios do 30 Before 30 é assistir 30 dias de filmes. As in, 30 x 24h = 720h; e não um filme por dia durante 30 dias, porque senão seria muito fácil, haha! 720h, considerando uma média de 2h por filme, dá uns 360 filmes. Então sim, é filme pra caramba!

Pra ser bem sincera (no pun intended), achei que já teria assistido muito mais filmes do que de fato assisti no último ano... A verdade é que tenho me dedicado mais às séries: vou emendando uma na outra e, como elas são bem mais longas, acabo deixando os filmes de lado. Mas vou tentar mudar isso!

Enfim. Aqui estão os 52 filmes que assisti desde que comecei o projeto, em outubro de 2014, até o final de 2015, totalizando 4 dias e uns quebrados. Não vai dar pra comentar cada um deles, porque né? Ia dar um livro. Então vou apenas listar os filmes e fazer alguns breves comentários no final :)

01. Cães de Aluguel (Reservoir Dogs) | 02. Mary Poppins | 03. Interestelar (Interstellar| 04. Jogos Vorazes: A Esperança - parte 1 (Mockingjay Part 1| 05. Quero Matar Meu Chefe 2 (Horrible Bosses 2| 06. O Hobbit: A Batalha dos 5 Exércitos (The Hobbit: The Battle of the Five Armies| 07. Um Brinde à Amizade (Drinking Buddies| 08. Whiplash - Em Busca da Perfeição (Whiplash| 09. Frances Ha | 10. Livre (Wild| 11. Invencível (Unbroken| 12. Foxcatcher: Uma História que Chocou o Mundo (Foxcatcher| 13. Grandes Olhos (Big Eyes| 14. Garota Exemplar (Gone Girl) | 15. Busca Implacável 3 (Taken 3| 16. A Teoria de Tudo (The Theory of Everything| 17. Birdman (Birdman or (The Unexpected Virtue of Ignorance)| 18. Sniper Americano (American Sniper| 19. O Jogo da Imitação (The Imitation Game| 20. Para Sempre Alice (Still Alice| 21. Cinderela (Cinderella| 22. Vingadores: Era de Ultron (Avengers: Age of Ultron| 23. Operação Big Hero (Big Hero 6| 24. A Praça Tahrir (The Square| 25. Kurt Cobain: Montage of Heck

26. Divertida Mente (Inside Out| 27. Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros (Jurassic World| 28. Enquanto Somos Jovens (While We’re Young| 29. As Patricinhas de Beverly Hills (Clueless| 30. Homem-Formiga (Ant-Man| 31. Cidades de Papel (Paper Towns| 32. Quarteto Fantástico (Fantastic Four – 2015| 33. Será Que? (What If| 34. Mais Um Verão Americano (Wet Hot American Summer| 35. Bonequinha de Luxo (Breakfast at Tiffany’s| 36. Ricki and The Flash | 37. O Casamento de Rachel (Rachel Getting Married| 38. The Diary of a Teenage Girl | 39. O Silêncio dos Inocentes (The Silence of the Lambs| 40. Perdido em Marte (The Martian| 41. Peter Pan (Pan| 42. The Lobster | 43. Cavalo Negro (The Dark Horse| 44. Os 33 (The 33| 45. Ruth & Alex (5 Flights Up| 46. Sin City: A Dama Fatal (Sin City: A Dame to Kill For| 47. A Colina Escarlate (Crimson Peak| 48. O Estranho Mundo de Jack (The Nightmare Before Christmas| 49. Jogos Vorazes: A Esperança - Final (Mockingjay part 2| 50. Um Duende em Nova York (Elf)

51. Amaldiçoado (Horns| 52. Namoro Ou Liberdade? (That Awkward Moment)

De todos esses filmes, 12 deles eu assisti na Netflix: "Cães de Aluguel", "A Praça Tahrir", "As Patricinhas de Beverly Hills", "Será Que?", "Mais Um Verão Americano", "Bonequinha de Luxo", "O Casamento de Rachel", "O Silêncio dos Inocentes", "O Estranho Mundo de Jack", "Um Duende em Nova York", "Amaldiçoado", "Namoro Ou Liberdade?".

Outros 35 eu assisti no cinema! Eu não tenho muitos amigos que gostam de ir ao cinema, mas quando tem um filme que eu quero muito ver eu vou com ou sem companhia, hahah! Nessa lista tem minha mini-maratona do Oscar 2015 (na próxima entra a desse ano, hehe) e tem também os filmes que assisti no Festival do Rio no ano passado 

* 5 Filmes que eu recomendo muito, muito mesmo:
  1. - Kurt Cobain: Montage of Heck: Todo fã de Nirvana, precisa ver esse documentário!
  2. - Whiplash: Um dos melhores filmes que vi ano passado; pra todo mundo que ama música.
  3. - The Lobster: Uma distopia diferente de tudo que já vi, com Colin Farrell.
  4. - A Colina Escarlate: Último do diretor Guillermo del Toro, com um elenco incrível!
  5. - The Diary of a Teenage Girl: Baseado nos quadrinhos; Acho que foi o filme que mais me surpreendeu em 2015.
* Outros filmes muito bons dessa lista:
  1. Cães de Aluguel: Início da carreira do Tarantino 
  2. - Mary Poppins: Clássico!
  3. - Interestelar: Christopher Nolan arrasando mais uma vez, apenas.
  4. - O Jogo da Imitação: Benedict Cumberbatch brilhante como Alan Turing. Assista! 
  5. - Divertida Mente: Não precisa nem falar, né?
  6. - Perdido em Marte: Matt Damon sendo resgatado no espaço de novo... mas é ótimo!
  7. - Cavalo Negro: Não é todo dia que você vai ver um filme neozelandês, mas pode dar uma chance pra esse aqui, viu?
* Alguns dos piores filmes dessa lista:
  1. Cinderela: Polêmico, eu sei. Mas não gostei mesmo ¯\_(ツ)_/¯
  2. - Amaldiçoado: Tinha tudo pra dar certo, masss... não deu. Too much.
  3. - Namoro ou Liberdade?: Não adianta elenco bonito e talentoso se o roteiro é uma bosta...
Listas dentro de listas. Minha cara, né.

Talvez eu passe a resenhar aqui no blog os filmes (e séries!) que eu assistir. Assim consigo entrar em mais detalhes sobre cada um, ao invés de soltar uma lista enorme como essa. Fora que alguns filmes me dão uma vontade imensa de comentar e indicar e tudo mais. O negócio é que eu já tive um blog só sobre filmes e séries, então por um bom tempo fiquei enjoada de fazer isso, haha! Mas acho que alguns realmente valem a pena deixar registrado aqui.

Ah! Última coisa: se você estiver se perguntando como eu consigo deixar registrado todos os filmes que eu assisto, eu uso o Filmow. Se quiser, pode me adicionar lá clicando aqui :)

E aí, quantos desses filmes você já viu?





P.S.: Me acompanhe nas redes sociais! Facebook * Instagram * Twitter * Bloglovin'

0 comentários:

What do you have to say about this post? :)

Judging a Book By Its Cover

14.2.16 Veronica 0 Comments


Sim, mais um post antigo do Book Club por aqui! A proposta dessa vez era "julgar livros pela capa" e, claro, eu só escolhi livros bonitos... porque quem ia querer ver um post com capas feias, né não? Hahah! 

Eu nunca cheguei ao ponto de comprar um livro só pela capa. Já quis fazer isso várias vezes, mas infelizmente eu não tenho dinheiro pra tanto, hahah! Então só compro os que eu realmente quero ler. Mas as capas, com toda a certeza, são o que me influenciam na hora de pegar um livro na prateleira pra dar uma olhada, ler a sinopse e decidir se eu vou levar. 

Meus preferidos são os livros de capa dura! Ou se não, aqueles com textura matte, principalmente com as capas "aveludadas" que são ~gostosinhas~ de pegar. As cores também me chamam atenção, principalmente se for uma das minhas cores favoritas. Eu costumo preferir ilustrações à fotos - não sei, gosto de poder imaginar os personagens sozinha, haha! Capas com fotografia dos filmes eu detesto! Além disso, a fonte do título é algo que eu presto atenção também, fora detalhes em dourado ou algo assim. 

Bom, escolhi alguns livros que eu já tenho e comprei julgando pela capa, antes de tudo. Eu queria ter fotografado os livros pro post, porque dá pra perceber melhor detalhes como a textura e tal, mas não rolou. Enfim! Metade dos livros dessa lista eu não tenho (alguns eu não sei nem do que se trata HAHA), mas entraram aqui porque eu fiquei maravilhada com as capas! *-*

1. Billy & Me (Giovanna Fletcher)Esse livro foi meu escolhido na Tag Livros Opostos como "livro com capa bonita"! Ele é em paperback, mas com a textura matte, tem ilustração fofa E, além de tudo, o título não só é numa fonte bonita, como é prateada e em alto relevo. As casinhas também são envernizadas. Perfeito!

2. You Are So LovedSe esse livro e o 'gêmeo' dele (o "Everything is Going to Be Ok") não fossem tão bonitos, eu provavelmente não teria comprado, haha! Mas eles ficam tãaao lindos decorando a minha estante nessas cores pasteis que nem teve como, hehe...

3. The One (Kiera Cass)Dentre as capas com vestidos incríveis da trilogia "A Seleção", a minha preferida é essa branca!

4. Cartas de Amor aos Mortos (Ava Dellaira)Esse, além das cores, me pegou pelo título. E olha que deu certo julgar pela capa dessa vez: adorei o livro!

5. High Fidelity (Nick Hornby)Eu tava caçando esse livro pra ler, mas achava todas as capas horrorosas, HAHA! Aí no ano passado a Penguin lançou essa edição linda em preto, vermelho e ~marfim~ (nem acredito que eu disse isso, mas é porque não é branco mesmo, haha) e aí eu finalmente comprei!

6. Anna and the French Kiss (Stephanie Perkins)Rosa e com letras enormes, não tinha como não reparar nesse livro, né? Ele tem a tal textura gostosinha e as letras envernizadas!

7. Grimm's Fairy Tales (The Brothers Grimm)O que dizer dessa série incrível da Barnes & Noble? Todos os livros são ma-ra-vi-lho-sos. Esse é dos contos de fada dos Irmãos Grimm e é de capa dura, de couro, tem uma ilustração da Chapeuzinho Vermelho em cores lindas e, não bastasse tudo isso, a borda das páginas é prateada e tem marcador de fita. Não dá pra querer mais nada nesse livro, ele é maravilhoso!

8. My True Love Gave to Me (Stephanie Perkins)"O Presente do Meu Grande Amor" foi um livro que eu me arrependi um pouco de ter comprado a versão paperback que, apesar de linda, não é tão linda quanto essa amorzinho da Macmillan - azul clara, de capa dura, com folhas cor de rosa e detalhes em dourado.

9. Heidi (Johanna Spyri)Agora passando pros livros que eu realmente não tenho... mas, no caso desse, que um dia terei, hahah! A ilustradora Anna Bond, em parceria com a Puffin (um dos selos da Penguin) publicou alguns clássicos ilustrados que... eu não tenho nem palavras pra descrever o quão bonitos são. O meu preferido é "Heidi", mas todos os outros são de cair o queixo, haha. Além da ilustração fofíssima, o livro também é em capa dura, com detalhes em dourado e vem com um marcador combinando. Gracinha, né?

10. Sense and Sensibility (Jane Austen)Escolhi essa capa meio aleatoriamente (talvez por ela ser azul, na verdade, haha) porque todas dessa coleção da Canterbury Classics são bonitas. A capa não é dura, mas é de um couro flexível, parece uma borracha, sei lá. Mas o que mais me chamou atenção mesmo foi essa nuvem de palavras na capa, misturando o título e o autor com algumas passagens e palavras de destaque do livro; achei genial!

11. Flappers and Philosophers (F. Scott Fitzgerald)Sempre quis ler algo do Fitzgerald, mas tenho um certo receio de não gostar. Então, se um dia eu for comprar algo dele pra ler, provavelmente vai ser dessa coleção incrível da Penguin Classics! Todos os livros são de capa dura e vem com uma jacket ~toda trabalhada~ no dourado, haha! São todas inspiradas no estilo Art Déco e ficariam lindas decorando qualquer mesinha de cabeceira, não é?

12. A Million Miles Away (Lara Avery)Ok, esse e os próximos livros são completamente aleatórios. São mais pra você entender como a minha mente funciona quando o assunto são capas de livros, haha! Como eu disse, não gosto muito de fotos de pessoas na capa. Mas essa é bem sutil, é uma foto bonita, em preto e branco e que ajuda ainda mais a destacar o título cor de rosa e com uma fonte linda. Com certeza ia pegar pra ver!

13. Vengeance Road (Erin Bowman)Ilustração lindona, com muitas flores e caveiras, lettering maravilhoso, título intrigante e poucas cores que combinam bem entre si. Na verdade, eu já li a sinopse e quero muito ler esse livro agora, haha!

14. A Sense of the Infinite (Hilary T. Smith)Silhueta e um céu azul com muitas nuvens e outro título bacana (tanto a frase em si, quanto a fonte). YUP!

15. Three Little Words (Jessica Thompson)Esse é o tipo de ilustração fofinha que eu curto, fora que tem a skyline de Londres - elementos de viagem sempre me chamam a atenção. Tem cara de romance/ chic lit bonitinho.

Phew! É isso, espero que tenha gostado das capas, haha! Mas me conta, o que faz você querer pegar um livro pra ver? Você tem o costume de julgar os livros pela capa?

Não deixe de ver outras capas bonitas nos blogs das meninas! 





P.S.: Me acompanhe nas redes sociais! Facebook * Instagram * Twitter * Bloglovin'

0 comentários:

What do you have to say about this post? :)

Time to Get Moving

11.2.16 Veronica 0 Comments


Quando eu tava escrevendo o post com a minha playlist pra malhar, comecei a escrever um pouco sobre a minha relação com o meu corpo e o porquê d'eu finalmente ter decidido me matricular na academia. Mas o negócio tomou uma proporção tão grande, que virou praticamente um desabafo, então achei que caberia num post separado - e aqui estamos! Achei que eu precisava escrever isso aqui (mesmo que ninguém vá ler tudo) só pra colocar pra fora todos esses pensamentos antes de começar a correr atrás e tentar mudar algumas coisas. Faz bem.

Na primeira segunda-feira do ano, o que foi que eu fiz? Isso mesmo, finalmente me matriculei na academia! Depois de tanta enrolação, resolvi começar 2016 com o pé direito, dando o primeiro passo pra perder aqueles (muitos) quilinhos...

A verdade é que eu nunca havia sequer pisado numa academia antes. Pra não falar que nunca andei numa esteira, eu já andei sim, algumas poucas vezes - mas só porque eu tinha uma em casa. É, eu sei. O cúmulo da preguiça ter esteira em casa e mesmo assim não fazer nada, né? Mas pra esse tipo de coisa a preguiça toma conta de mim, fazer o quê? De qualquer forma, não tenho mais a tal esteira.

Também não sei andar de bicicleta, não gosto de praticar esportes e nem levo jeito pra isso. Acontece, não é pra todo mundo. Eu dei o azar de combinar isso com um biotipo mais gordinho, de pernas grossas, muito peito e rosto bochechudo. Isso junta com meus ovários policísticos e com uma síndrome metabólica que descobri recentemente - fora que meus hábitos alimentares não são dos melhores e, pronto: vários quilinhos a mais no meu corpitcho.

Não que isso seja desculpa, de jeito nenhum. Mas faz parte! Eu nunca fui muito magra, e isso também nunca me incomodou tanto assim. Claro, quando criança, as pessoas implicavam comigo por ser gordinha e eu tive lá minhas crises na frente do espelho na adolescência, mas nada que me gerasse transtornos alimentares ou me fizesse completamente infeliz. Como ser infeliz comendo doce? Hahaha! A questão é que nunca me privei das coisas que eu gostava de comer e até hoje faço isso. Mesmo na época em que estive mais magra que, surpreendentemente, foi durante meu intercâmbio, não parei de comer besteira... Mas comecei a fazer bastante exercício.

Aqui eu sempre arrumava desculpa na aula de educação física, que no Ensino Médio era uma vez por mês. Lá na Austrália a coisa era bem diferente... Eu tinha três aulas de educação física por semana (duas aulas práticas e uma aula teórica). E foi assim que eu perdi 12kg nos meus três primeiros meses lá. Muita coisa, né? E nada de dieta, pelo contrário: queria experimentar tudo que é doce diferente, fazia brigadeiro pra todo mundo e nos dias que batia homesickness eu atacava o pote de sorvete sem dó.

Mesmo assim, a atividade física compensava. Cheguei a pesar 47kg (eu sou bem baixinha, então esse é um peso aceitável, viu? hahah) e foi a melhor época pra mim, em termos de autoestima. Eu me sentia linda e muito bem comigo mesma - podia usar as roupas que eu queria sem sentir necessidade de cobrir alguma coisa, usava biquíni tranquilamente e era confiante, segura com meu corpo.

Depois de um ano fora, em 2011 eu já tava de volta à minha velha rotina (que não incluía exercícios) e ainda era ano de vestibular, então eu comia mais por conta da ansiedade. Ganhei meu peso todo de novo. No final do ano seguinte, já na faculdade, arrumei um namorado e engordei mais ainda com as nossas gordices frequentes. Não vou dizer que engordei sem perceber porque, apesar de ter acontecido muito rápido, eu sentia aquilo no meu corpo. A sensação de não caber mais nas minhas roupas preferidas era horrível. Mas não sei, talvez por eu estar distraída com outras coisas (faculdade, namorado, empresa júnior, etc.) e por ter sido gordinha a vida inteira, eu acabei não ligando muito pra isso e não fiz nada a respeito.

De uns tempos pra cá, começou a ficar demais, começou a incomodar. Não só mexe com a minha autoestima, mas começa a me preocupar o fato d'eu estar uns 10kg acima do peso máximo ideal, sabe? E sei lá, não quero virar a fitness, a bombada. Tampouco quero fazer isso pra me encaixar nos ditos "padrões de beleza", nem pra agradar ninguém. Eu decidi fazer algo por mim. Por mim e pela Verônica do futuro, que não vai ter um metabolismo tão bom quanto o de agora, haha!

Não é só uma questão de vaidade, mas de saúde também. Acho que se é algo que te incomoda e que você quer mudar, ótimo. Não por pressão dos outros, nem pra agradar ninguém além de você mesma. Acho muito válido resolver mudar se for uma opção sua. Agora, quando começa a interferir na saúde, aí não vale a pena ligar o foda-se. Tem que mudar!

"Ah, muito legal todo esse papo, mas... o que diabos você vai fazer?" Vou começar dizendo que eu não tô planejando nenhuma dieta louca ou correr uma maratona (eu já disse que odeio correr?!). Como eu disse, eu nunca deixei de comer as coisas que eu gosto, então não pretendo fazer isso agora. Mas seria ótimo começar uma reeducação alimentar ou, no mínimo, deixar de ser chata pra comer e me abrir pra coisas novas. Fazer escolhas mais saudáveis mesmo. Nem toda refeição que eu for fazer precisa ser a melhor da vida, certo? E além disso, voltar a praticar exercícios com certa regularidade - o primeiro passo eu já dei!

Se eu prefiro comer cookies e pizza à fruta e salada? Com certeza. Se eu prefiro ficar em casa blogando e assistindo Netflix ao invés de ir pra academia andar na esteira e levantar pesos? Sem dúvidas. Mas eu preciso encontrar um equilíbrio, fazer um pouco de ambas as coisas. No começo é difícil até encontrar motivação... Mas acredito que quanto mais a a gente vê resultado, mais a gente quer continuar a fazer as coisas; e que temos que começar em algum lugar, fazendo alguma coisa. Then let's get moving!







P.S.: Me acompanhe nas redes sociais! Facebook * Instagram * Twitter * Bloglovin'

0 comentários:

What do you have to say about this post? :)

A Random Wishlist

9.2.16 Veronica 0 Comments


No meu antigo blog eu fazia wishlists quase todo mês, então é claro que uma hora ia aparecer alguma por aqui... Não sei, mas acho legal compartilhar porque sempre descubro coisas legais vendo wishlists dos outros! Essa é uma playlist bem aleatória, com umas coisinhas que eu tô querendo, mas infelizmente não tô podendo por enquanto, hahah x)

1. Grande Magia (Elizabeth Gilbert): Normalmente eu passo longe de livros de autoajuda, mas esse, por tratar de criatividade e inspiração, me interessou bastante. Já li algumas resenhas muito positivas, outras nem tanto... mas ainda quero muito ler, hahah

2. Meu Livro do Rio (Bruno Drummond e Luiz André Alzer): Achei esse livro muito por acaso enquanto fazia hora numa livraria. Reconheci a ilustração da capa, do cartunista Bruno Drummond, e peguei pra ver. O livro é na verdade uma mistura de guia e journal, com várias listas pra serem preenchidas e lugares a serem descobertos. Confesso que achei a proposta genial e já quero!

3. Quadrinhos A2 (Paulo Crumbim e Cristina Eiko): Fiquei conhecendo o trabalhos dos dois depois de ler "Penadinho: Vida" - que, aliás, entrou junto com os outros quadrinhos da Graphic MSP no meu post de favoritos de janeiro. Adorei o traço deles e fiquei morrendo de vontade de ler os Quadrinhos A2, até porque só li coisas boas a respeito :)

4. Cobain: Montage of Heck: Esse é um dos meus documentários preferidos da vida inteira e é sobre um dos meus ídolos preferidos da vida inteira, então nada mais justo do que ele entrar pra minha coleção, né?

5. Game of Thrones Pop! Ride - Daenerys (Funko): Tá bom que eu já tenho um Funko da Daenerys, mas não tem como não querer a Dany montada no Drogon - simplesmente a melhor cena da 5ª temporada de Game of Thrones.

6. Book-Shaped Saucer & Stackable Cup: Como não amar essa xícara? Me diz? O pratinho é um livro, gente. Um li-vro! ♥

7. Tea Tree Water (Lush): Também tô apaixonada pela Lush e todos os produtos que comprei até agora (viu o haul?) funcionaram muito bem. Então tô louca pra experimentar esse tônico facial pra ver se dá um jeito na minha pele, que anda atacada ultimamente.

8. Mask of Magnaminty (Lush): Eu uso uma máscara de argila (bem mais ou menos) que tá acabando, então acho que vou investir numa máscara melhor, hahah... Essa é a queridinha da marca  e deve ser por um motivo, certo?

9. Charm (Pandora): Eu coloquei aqui esse de selo postal, mas a verdade é que daria uma wishlist inteira só com os charms da Pandora, haha! Pena que eles são tão caros :(

10. Necessaire Viagem Carta (Imaginarium): Achei uma gracinha essa necessaire que imita um envelope. Ela é cheia de bolsinhos, então dá pra usar como porta bijoux e pra guardar umas coisinhas na bagagem de mão! Fofa, né?

E você, também gosta de fazer wishlists aleatórias? O que você adicionou recentemente?
Beijos!






P.S.: Me acompanhe nas redes sociais! Facebook * Instagram * Twitter * Bloglovin'

0 comentários:

What do you have to say about this post? :)