2018: Happy New Year!

1.1.18 Sincerely Ronnie 0 Comments

O ano novo começou muito bem por aqui! Essa foi uma das melhores vésperas de ano novo de todos os tempos. Não teve nada demais; não fui pra balada, não passei com uma penca de amigos, não bebi até cair, não teve ceia, sete ondinhas, não teve nem queima de fogos. Mas foi simples e o melhor de tudo: sem preocupações.

E eu parei pra refletir porque achei engraçado passar um Réveillon tão incomum, mas que isso não me incomodou nem um pouco, sabe? Aí que percebi. Eu sempre passei o ano novo com a família, em festas com os amigos ou viajando. E sempre rola algum stress - é escolher uma roupa nova, é dar tempo de fazer as unhas e a maquiagem e o cabelo, é ter que cozinhar a ceia pra agradar a família, um inferno pra conseguir um Uber, etc. Esse ano não teve nada disso! E olha... não poderia ter sido melhor.
Perdi o alarme. Acordei tarde, então não deu pra fazer compras pro jantar porque a Kiaya e o Dylan foram passar o ano novo com a família dela, então levaram o carro e ficamos aqui, só eu e o Alex (e três gatos, um cachorro e uma calopsita, haha!). Daí levantei, tomei café, limpei a cozinha toda, varri a casa, guardei as decorações de Natal... Afinal, tem que começar o ano com tudo limpinho, né? Mas aí um calor danado! Suor. Fomos pra piscina! Nadamos, refrescamos... Chuva. Nadamos mais um pouco (na chuva mesmo), voltamos pra casa, arrumei mais um pouquinho. Banho. Lavei o cabelo, o corpo, as energias ruins. Fizemos pavlova! Hmmm.. Pavlova. Mas e o jantar?! Sobrou gema... Tinha macarrão, bacon, parmesão... Carbonara! No final das contas ainda deu pra improvisar minha comida preferida. À essa altura e eu nem tinha secado o cabelo, não tinha feito maquiagem, ainda tava de roupão. E daí? Ninguém vinha mesmo, não tinha pressa. Sequei o cabelo, coloquei qualquer roupa, jantamos. Coloquei um filme que já vi, pra não ter que prestar muita atenção. Fizemos uns drinks, bebemos, comemos pavlova. Tiramos fotos bobas e jogamos videogame até altas horas. Liguei pra minha família no Brasil, meus avós, minha mãe, meu pai e minhas irmãs pra desejar feliz ano novo. Consegui falar com uma amiga que tava lá em Paris, se arrumando pra sair! E fui dormir lá pelas 4 da manhã. Feliz.

E agora eu só quero que meu 2018 todinho seja assim: de muita paz, sem preocupações, com o essencial, com energias boas, diversão e com tudo dando certo no fim, mesmo que de improviso.
Espero que a virada também tenha sido ótima por aí! Um feliz 2018 pra você, com muita saúde, amor, sucesso, paz e muita garra pra correr atrás dos seus sonhos!

Um beijo.





P.S.: Me acompanhe nas redes sociais! Facebook * Instagram * Bloglovin'

0 comentários:

What do you have to say about this post? :)