Mini-Guide to Lisbon (part II)

12.8.16 Sincerely Ronnie 1 Comments


Oi, oi! Continuando meu mini-roteiro pela cidade de Lisboa, em Portugal. Se você perdeu a primeira parte, é só conferir nesse post. Espero que goste! Eu tô amando compartilhar mais das minhas viagens por aqui! Afinal, pra mim é ótimo ficar revendo as fotos e relembrando os passeios... ♥ 
Avenida da Liberdade
Saímos do hotel, mais uma vez com o ônibus fretado, passamos pela Praça Marquês de Pombal e a Avenida da Liberdade - um dos lugares mais chiques de Lisboa, inspirada na Champs-Élysées de Paris (como eu nunca fui à Paris, não sei comparar, haha!). No inverno, a Avenida da Liberdade é cheia de árvores secas. Imaginem num dia de sol, na primavera...

Nossa primeira parada foi no bairro de Belém pra ver - adivinha? A Torre de Belém! Essa é uma das áreas mais antigas de Portugal e foi muito importante na época do Descobrimento. As riquezas da época permitiram a construção de alguns dos maiores e mais importantes monumentos de Lisboa. Por conta do enorme conjunto patrimonial ali, essa é uma região que atrai muitos turistas. 
A Torre de Belém (ou Torre de São Vicente), construída entre 1514 e 1520.
Na decoração exterior, cordas, nós e escudos foram esculpidos em pedra.

Ôu, morri de raiva nesse dia porque seiláquem que tirou as fotos pra mim não sabia nada sobre tirar fotos. Então as fotos que eu tenho aqui, num dos lugares mais famosos de Lisboa, estão na diagonal, com dedo na lente, cortando pé, cabeça, tudo. Uma beleza. E o pior é que eu só vi depois. UGH. 

Bem, depois nós caminhamos até o Padrão dos Descobrimentos. O monumento foi erguido pela primeira vez em 1940, e reconstruído em 1960 para a comemoração dos 500 anos da morte do Infante D. Henrique. O Padrão dos Descobrimentos fica à margem do rio Tejo e remete à expansão ultramarina portuguesa e à época gloriosa dos nossos colonizadores. 

O monumento tem a forma de uma caravela e mostra o Infante D. Henrique (na proa) e outros 32 protagonistas das navegações. Em frente, tem uma enorme rosa-dos-ventos no chão (tão grande que é difícil de tirar foto dela inteira, haha).
O Padrão dos Descobrimentos.
Um pedaço da rosa-dos-ventos, oferecida pela África do Sul.
Datas, naus e caravelas com as principais rotas da expansão portuguesa entre os séculos XV e XVI.
Depois fomos no Mosteiro dos Jerónimos. Fundado por D. Manuel I em 1502, o Mosteiro de Sta. Maria de Belém, é conhecido hoje como "Mosteiro dos Jerónimos" e, assim como a Torre de Belém, é considerado patrimônio cultural pela UNESCO. Ali estão os túmulos de Vasco da Gama, Luís de Camões e Fernando Pessoa. Pessoal que gosta de arquitetura ia pirar lá dentro - é muito lindo! Uma pena que o tempo fechou e as fotos ficaram cinzentas...
O Jardim da Praça do Império e o Mosteiro dos Jerónimos ao fundo. O maior destaque do Jardim é a Fonte Luminosa (à esquerda), mas no inverno ela fica desligada.
Uma das poucas fotos que tirei em Portugal... Ignorem a carinha de nerd aos 16 anos, haha!
O Portal Sul é uma das peças mais ricas da arquitetura portuguesa e é muito, muito bonita mesmo! Cheia de detalhes, não tem como não ficar encantada com essa obra de arte.
O claustro, no piso térreo do Mosteiro dos Jerónimos, com o teto ~abobadado~.

Por fim, fomos na única e verdadeira fábrica dos famosos Pastéis de Belém comer... bem, pastéis de Belém! As tortinhas de nata polvilhadas com açúcar e canela são especialidades portuguesas e são uma delícia! Tão gostosas que eu comi antes mesmo de tirar foto, haha! Só sobrou o chocolate quente... Uma pena, porque lá é o tipo do lugar "fotografável", com balcões azuis e os típicos azulejos portugueses decorando as paredes.

E foi assim que terminou a minha breve passagem por Lisboa! 

Desculpe (mais uma vez) a qualidade das fotos, viu? Naquela época eu era turista de primeira viagem, literalmente. Nunca tinha viajado pra fora e muito menos sozinha, então foi fácil me distrair com tanta novidade. Fora que eu não tinha essa preocupação que tenho hoje de tirar muitas fotos, por isso o post acaba ficando meio sem graça. Mas mais pra frente vai melhorando - espera só os posts da Austrália, RÁ! Vai ter foto e informação até demais, hahah! 

Anyways. Fiquei feliz de, em tão pouco tempo, conseguir visitar alguns dos principais pontos turísticos da cidade! Mesmo assim ainda tem muita coisa que eu gostaria de ter visto! Lisboa é, com certeza, um lugar que eu voltaria e que, se você tiver oportunidade, recomendo ir também. Acho que meus lugares preferidos foram a Praça do Comércio e a orla de Belém, onde dá até um sentimento engraçado de "ah então, daqui que saíram os ~descobridores do Brasil~". Muito da nossa história também está lá, né? Muito do ouro também HAHAH

Bom, de repente esse roteiro pode ser útil pra quem por acaso for pra Europa e pensar em visitar Lisboa rapidinho ou que vá pra Portugal e precise de uma ideia pra montar um roteiro nessa cidade linda. Pensando nisso, criei um mapa personalizado do Google Maps (que você pode acessar clicando aqui) - prático, não? E qualquer dúvida é só falar. 

Próxima parada: Inglaterra! Na semana que vem eu já começo uma série de posts sobre a minha viagem na terra da rainha :) 

E você, já fez sua primeira viagem internacional sozinho? Já conhece Lisboa ou outra parte de Portugal? Me conte nos comentários!

Beijos!





P.S.: Me acompanhe nas redes sociais! Facebook * Instagram * Twitter * Bloglovin'

Um comentário:

  1. Que lindeza de fotos! Eu amo posts assim, principalmente quando tem muitas fotos e informações. Não vejo a hora da Inglaterra hahaha Eu andei olhando a possibilidade de fazer um intercâmbio pela faculdade em Portugal, mas não sei se tenho coragem de levar a ideia pra frente. De qualquer forma, é um lugar que pretendo conhecer.

    (Tô amando que o blog tá de volta <3)
    Beijo

    www.blogrefugio.com

    ResponderExcluir

What do you have to say about this post? :)